Alimentar-se significa saber escolher.

A origem e a qualidade do que a gente come é primordial: devemos favorecer o consumo de alimentos naturais e nutritivos. Para cuidar da saúde é fundamental engajar-se fortemente com o que consumimos. Manter uma dieta equilibrada é garantir muito mais do que a saúde do corpo. É facilitar múltiplos processos associados às diferentes etapas da vida. A ingestão de carne é especialmente benéfica pela variedade de nutrientes necessários que fornece.

A forma de cozinhar é importante!

Nossos costumes, tradições e gastronomia oferecem diversas formas de cozinhar os alimentos. A seguir, compartilhamos algumas dicas para que, quando cozinharmos, aproveitemos o melhor das nossas carnes.

Para atingir qualquer meta, ferro nos primeiros 1000 dias.

Nos primeiros mil dias, desde a gestação até os 2 anos de idade, a criança define seu futuro e o restante da sua vida. Por isto é fundamental que bebês e crianças recebam os nutrientes que ajudam para um desenvolvimento saudável do corpo. Entre estes nutrientes está o Ferro, essencial para o crescimento, o neurodesenvolvimento e o sistema imunitário. O Ferro se encontra em todas as carnes, sendo aquele da carne vermelha o melhor absorvido. Durante a gestação, a mãe deve consumir como mínimo 100 grs. cada dia de carnes (bovina, ovina, porcina ou de ave). É realmente importante prestar atenção a este nutriente, pois sua deficiência afeta o desenvolvimento cognitivo e intelectual desde a infância até a adolescência, além de alterar os mecanismos imunitários.